SOLUÇÕES - RECOLOCAÇÃO PROFISSIONAL

Leia Mais


Inteligência Emocional

QE

Hoje vamos falar sobre inteligência emocional, que é uma das competências base para todas as outras competências, ou seja, se você desenvolver esta competência, terá mais facilidade em navegar nas outras, por exemplo, na comunicação, na gestão de pessoas,  ao falar em público, em tomar decisões e outras mais.

Desenvolvemos todos os tipos de inteligências em nossa infância, contudo segundo pesquisas, a Inteligência Geral, conhecida como QI, é desenvolvida até a adolescência, contudo há controversas nas pesquisas dos neurocientistas, com relação a faixa etária, pois o desenvolvimento desta é mais difícil.

Com relação a Inteligência Emocional (QE) temos boas notícias, esta é desenvolvida  e pode ser aprimorada ao longo da fase adulta, contudo o que observamos é que algumas pessoas ficam paralisadas no seu desenvolvimento emocional, mantendo comportamentos vistos como inadequados na vida adulta, aqueles que chamamos de imaturos.

Observamos comportamentos de pessoas “agressivas”, ou seja, tudo tem que ser do jeito que ele quer e pensa, senão sai gritando pelos corredores, típico comportamento de birras e os “generosos” que acabam coloncando “panos quentes”  na confusão que os “agressivos “ provocam.

O ideal é mantermos o equilíbrio emocional, deixando de lado os extremos, para termos sucesso em nossos relacionamentos e ao liderarmos nossas equipes.

Segundo os experts em Inteligência emocional, há três habilidades pessoais que se precisa saber fazer bem, percepção, compreensão e controle das emoções.

Ok, vamos entender um pouco mais:

– Perceber as emoções,  é a habilidade de reconhecer diferentes sentimentos, assim como,  a raiva, a decepção, a frustração… ou seja, ao olhar para alguém você consegue perceber a diferença entre alegria, ansiedade e tristeza;

– Compreender as emoções, é você ter a habilidade em identificar as causas e consequências de diferentes sentimentos. Por exemplo, estou com raiva do membro da equipe que faltou ao compromisso, o que este sentimento poderá provocar em mim, quando o encontrá-lo.

– Controle emocional, é o sucesso da gestão, diante das situações que provocam sentimentos e reações emocionais, mantendo o equilibro e atuando de forma adequada.

Segundo estudos realizados pelo psicólogo Daniel Goleman, autor do livro “A Inteligência Emocional“, (Editora Campus/Elsevier, 1995), para desenvolvermos a Inteligência Emocional, teremos que trabalhar 5 habilidades, são elas:

– autopercepção

– auto-regulação ou auto-controle

– auto-motivação

– empatia

-práticas sociais

Segundo estudiosos do meio empresarial, os profissionais são contratados pelo seu currículo, formação, experiências, idiomas e outras questões técnicas, mas são demitidos pelos seus comportamentos.

Por esta razão as empresas “de ponta” tem investimento fortemente no desenvolvimento das competências essenciais para a empresa, através de Programas de Desenvolvimento, como por exemplo:

– Mapeamento por Competências, onde se relaciona as principais competências e avalia-se toda a liderança para se identificar os pontos de melhoria, a inteligencia emocional normamente é essencial.

– Cada profissional recebe feedback para aprimorar a percepção de si mesmo e recebe orientações sobre o que e como melhorar, a partir de um Plano de Desenvolvimento Individual.

– O profissional deverá ser orientado com relação as competências comportamentais através de Coaching, visando buscar seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Recomendamos elaborar um Plano de Desenvolvimento da Inteligência Emocional, principalmente das competências: liderança, habilidade de influência e persuasão, comunicação interpessoal, motivação e outras.

A VIVERH  tem realizado periodicamente Workshop com o tema “Impactos da Inteligência Emocional nos Relacionamentos” saiba mais no site http://www.viverh.com.br/workshop/10

Caso prefiram outras ferramentas como Coaching ou Aconselhamento, busque mais informações em http://www.viverh.com.br/Programa-de-Desenvolvimento-para-Profissionais

Vale a pena ressaltar que você poderá promover o seu desenvolvimento profissional seguindo as orientações acima, por conta própria fale conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *